Segurança infantil começa em casa

Nos últimos dias, no âmbito da actividade COM|SAÚDE, a enfermeira Edite e a técnica de saúde ambiental Ana Mafalda, do Centro de Saúde de Moura, estiveram nos bairros do Espadanal e Vale do Touro para sensibilizar os seus moradores para os acidentes mais frequentes a que as crianças estão expostas e transmitir alguns conselhos para os prevenir e evitar. Quedas, golpes, asfixia, queimaduras (eléctricas, por líquidos quentes…), intoxicações (com medicamentos e detergentes), afogamentos e acidentes de viação são as causas mais comuns de morte ou lesão verificadas entre bebés, crianças e jovens. Um problema preocupante de saúde pública, que urge combater com o envolvimento directo das famílias e outros educadores. De facto, a maioria dos acidentes, que constituem a principal causa de morte em crianças e jovens entre os 5 e os 18 anos na Europa, deve-se a faltas de atenção e desvalorização de regras básicas de segurança por parte dos adultos, pelo que a prevenção é essencial.

Fotografias:

https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=pfbid02ajJAoHzJN1YLDDPLrPyUvnh5xAbYNJNyTooGWaGowPZHEquU9PSVZWWTet2b56mnl&id=108591041590894

You may also like...