olá

Março 2020
S T Q Q S S D
« Fev   Abr »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Bem-vindo/a à horta comunitária de Ubac

As hortas comunitárias são lugares de partilha e convívio, de reforço dos laços sociais, onde a solidariedade tem tanto lugar como o cultivo de frutos, legumes e flores.

Uma jovem jardineira-horteloa pintada numa placa de madeira dá as boas-vindas

José Francisco Amaro

CADEIREIRO

José Francisco Amaro, mais conhecido por ti Rainha, nasceu em Amieira, concelho de Portel, em 1911. Se fosse vivo, teria, portanto, 109 anos. Ainda jovem,

José Campaniço do Carmo

CESTEIRO

José Campaniço do Carmo nasceu em Safara e tornou-se, nos últimos anos de vida, fazedor de cestos a tempo inteiro, que “armava” no “casão da mó”, na rua da República,

Francisco Maria de Sousa

LATOEIRO

Bebe um trago de cerveja, sem pressas, como se precisasse da demora para se revelar, numa sala acanhada do nº 2 da rua da Saudade, em Moura. Pousa a garrafa em cima da televisão e respira fundo

Festa no recreio da escola com actividades sustentáveis

No dia 5 de Junho (2017), a Escola do Fojo abriu as suas portas à comunidade para celebrar o Dia Mundial do Ambiente. Uma iniciativa diferente inserida nas actividades da disciplina

Solange Romana Ângelo Raposo

TRAPOLOGIA

Nasceu em Safara, em Maio de 1932. Ainda miúda, aprendeu a arte da trapologia com a tia Maria do Carmo (a Angerinha), nos intervalos em que ajudava o pai

José Ganhão Fernandes

CADEIREIRO

Nasceu em Amareleja, em Novembro de 1925. Ainda novo, cruzou o Ardila para se fixar em Safara, onde era conhecido por “ti Caixinhas”, o artesão das cadeiras. Aprendeu a arte sozinho,

António Francisco Perfeito Lima

CADEIREIRO, CESTEIRO, ARTESÃO DE ARTIGOS DE PELE E CORTIÇA 

Nasceu em Safara, em Abril de 1957. Perfeito de apelido e perfeito na execução e acabamento de muitas dezenas de peças, das mais distintas artes, em que já deixou a sua assinatura: cestos, cadeiras de buinho,