olá

Outubro 2020
S T Q Q S S D
« Ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Bem-vindo/a à horta comunitária de Ubac

As hortas comunitárias são lugares de partilha e convívio, de reforço dos laços sociais, onde a solidariedade tem tanto lugar como o cultivo de frutos, legumes e flores.

Uma jovem jardineira-horteloa pintada numa placa de madeira dá as boas-vindas a quem entra no perímetro da horta comunitária de Ubac, junto à cidadela da pequena cidade francesa de Forcalquier, na Alta-Provença.

Olhando em redor, são cerca de 600 metros quadrados de terra ocupados com hortícolas e plantas aromáticas em flor.

O declive do terreno impôs que fosse armado em socalcos suportados por muretes de pedra seca e de vime entrançado, muitos deles recuperados recentemente, num trabalho colectivo impulsionado pelas associações Maison de la Famille e Alpes de Lumière, e que envolveu e continua a envolver muitos dos habitantes do centro histórico assim como outros voluntários.

As acções de limpeza e preparação das terras votadas ao abandono durante dezenas de anos coincidiram com o trabalho de reconstrução dos muros devolutos, que na sua maioria eram paredes de habitações, de acordo com o antigo registo predial napoleónico.

Estas hortas são herdeiras das «hortas familiares» alemãs e das «hortas dos trabalhadores» francesas de finais do século XIX, criadas em áreas urbanas abandonadas para suprirem as necessidades alimentares dos operários e das suas famílias, muito deles com raízes rurais.

O cultivo de lotes individuais de terra desse tempo evoluiu para o conceito actual de horta comunitária: um espaço de proximidade co-gerido pelos seus utilizadores, na esquina de uma rua ou num terreno de dimensão ainda mais limitada.

Aqui são cultivados frutos, verduras comestíveis e ervas aromáticas, mas não só: solidariedade, respeito pelos outros e pelo ambiente, num tempo de emergência climática, partilhas e encontros pelo bem comum são “culturas de todas as estações”.

E muitas vezes são as crianças os que mais tiram pleno proveito desta experiência. O ano de 2014 foi a época das primeiras colheitas em Ubac, mas foi também o ano em que se deu início a um programa regular de actividades lúdicas inspiradas e inspiradoras em torno deste «oásis de verde», como leituras poéticas nas noites de Verão, ateliês de jardinagem e refeições partilhadas com produtos biológicos da horta!

Comments are closed.