olá

Dezembro 2018
S T Q Q S S D
« Jun    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Visita guiada ao bairro da Mouraria, por Jorge Liberato, a 7 de Dezembro

Venha conhecer a Mouraria pelo olhar de um dos seus mais populares moradores e que dispensa apresentações: o Jorge Liberato.

mouraria prep 27out13 (24)

A Mouraria é um bairro vivido e afectivo. Com pessoas dentro. E onde existem barbearias, tabernas, mercearias, padarias e até um hotel. É uma cidadelha dentro da cidade maior. Uma qasbah baixa, um pequeno labirinto de ruas e emoções onde nos perdemos com todo o prazer.

Nasceu há quase oitocentos anos para acolher os mouros expulsos do castelo, na sequência da reconquista da cidade. Porém, em 1496, com o édito de expulsão (ou assimilação) assinado por D. Manuel I, a Mouraria seria transformada em bairro cristão. Em meados do século XVII, a necessidade de construir as novas muralhas determina a sua demolição parcial, com impactos importantes no conjunto edificado e nas formas arquitectónicas existentes.

Sabemos que as habitações actuais pouco têm a ver com as originais e que, do traçado viário, se perdeu o rasto de ruas como as de Aly Pinto ou do Cabo da Mouraria. Também sabemos que o bairro viu desaparecer os seus últimos artesãos há pouco mais de duas décadas e se transformou lentamente num espaço habitacional, deslocando-se a actividade comercial para a periferia (Praça Sacadura Cabral).

A Mouraria é desde 1993 um conjunto classificado e já este ano os seus espaços públicos receberam importantes obras de valorização.

Apesar das mudanças, muito da memória antiga do bairro continua viva ou a insinuar-se na atmosfera pitoresca dos sítios e nos pequenos gestos do quotidiano.

Venha revivê-la pela mão do Jorge Liberato, um dos moradores mais populares do bairro. O percurso terá lugar no dia 7 de Dezembro, a partir das 10.30h, com partida junto à Bica de Santa Comba . No final da visita, por volta das 12.30h, haverá petisco servido pelo próprio guia na sua taberna (taberna do Liberato) e acompanhado de modas, acordeão e reco-reco (a cargo do Zeca Canudo e do Luís Turíbio, “O Estilhaço”). A não perder, por nada deste mundo!

Para participar inscreva-se aqui. Obrigado!

Este é o segundo passeio dedicado ao conhecimento dos bairros da nossa cidade. À semelhança da visita realizada no bairro de Salúquia, em Outubro passado, pretende-se chamar a atenção para a importância da valorização dos aspectos culturais e identitários da Mouraria e do papel, desejavelmente proactivo, dos seus habitantes na reanimação criativa do bairro e da cidade em geral.

Como diz a quadra de José Pires, que serve de mote a esta iniciativa:

Moura tens quatro bairros
Porta nova é uma alegria
Na Salúquia a mocidade
No Sete e Meio a saudade
De abraçar a Mouraria.

887248_550189805020591_1041919190_oJorge Liberato, o guia do percurso que dispensa apresentações.

Abrimos no entanto uma excepção para os distraídos.

De seu nome, Jorge Carmo Teles dos Reis, mais conhecido por Liberato, apelido do pai. Tem 44 anos e veio para o bairro com 9 meses. Pegou na taberna do pai com 24 anos e tornou-a um caso de sucesso no panorama da restauração e da animação da cidade. É casado com a Alice e tem dois filhos.
É desde Outubro deste ano o bastonário da Ordem dos Taberneiros de Moura e arredores.
Gosta de comida, de música, de animais, de vinho tinto, de ser mourense e de viver no bairro da Mouraria.
Não gosta de coca-cola, de hambúrgueres, de comida que não tenha a ver com a gastronomia e a cultura tradicionais, e de garrafas vazias.
Os seus olhos dizem que não é alentejano de coração mas de alma, porque o coração morre e a alma fica.

Mais informações:
ADCMoura | Pç Gago Coutinho, nº3, 1º | 285254931 | adcmoura@adcmoura.pt

 

Comments are closed.